Mais Receitas Veganas para o Natal

Mais receitas veganas para o Natal, porque nunca é demais compartilhar inspiração para quem quiser ter um Natal sem carnes, lindo, saboroso e gostoso!

Eu ainda não sei como será nosso natal. Até ontem, e esse texto é de 08/12, nem casa nós tínhamos, hoje já temos! Yeyyyyy! Mas falta ter água, luz, internet, móveis, geladeira, comida na geladeira, fogão, etc. Nosso empenho nas próximas semanas vai ser organizar tudo e com sorte, e uma boa dose de trabalho duro talvez tenhamos algo para chamar de lar até o Natal. Se não, a gente enche os colchões de ar, liga o fogareiro e o lampião e faz um acampamento na sala de casa, e uma super ceia de feijões em lata e pepino em conserva, talvez pizza delivery! Huahauhauhua

Brincadeiras (e realidades) à parte, eu desejo a todos um Natal lindo, maravilhoso, aconchegante, cheio de amor, seja da família ou amigos, e espero que o ano novo traga novos ares, e novas decisões positivas para todos.

Fica minha dica de por onde começar: uma ceia vegana! Espero que gostem!

Feliz Natal! ❤

Receitas Veganas para o Natal

Me deparei com esse post na minha timeline, e apesar de achar que não são exatamente receitas de Natal, são boas recitas veganas para o dia-a-dia. Aproveito para compartilhar aqui e para inspirar um fim de ano diferente. Desde que eu virei vegetariana, meus pratos principais de festas tem sido risotos, prato que eu amo, mas desde criança minha avó sempre fez questão de muitas frutas e castanhas de diferentes tipos no dia do natal e costumávamos ir comendo ao longo da noite de tal forma que na hora da ceia mesmo eu nem estava mais com fome.

Ainda hoje amo essa combinação de fartura de frutas e castanhas, que dá pra ir beliscando, conversando, e saciam muito bem. Minhas dicas incluem nectarinas, ameixas de vários tipos, uvas de vários tipos, morangos, cerejas, pêssegos, essas todas são boas pois não precisa descascar e nem preparar, você só lava e deixa para as pessoas pegarem à vontade. Entre as castanhas gosto de amendoim, castanha de cajú, castanha do pará, amêndoas, nozes, macadâmia, avelãs, baru e mais as que você encontrar!

Se estiver em Brasília, a Feira dos Importados costumava ter castanhas com bom preço, não sei como está agora. Se estiver em São Paulo a Zona cerealistas é imbatível.

Sempre gostei também de arroz com amêndoas laminadas para a ceia! Fica super festivo e agrada sem entrar na discussão com ou sem passas.

Entre os pratos principais, além dos risotos, uma boa opção é o cuscus marroquino, que é super prático e pode ser feito com diferentes ingredientes.

Segue então o link com mais opções de receitas do Veganize.

Panqueca de Banana

Queridos, semana difícil, muitas obrigações, uma virose que me deixou de cama, e pouco tempo pra preparar posts, então vamos atrasados de receitinha básica e rápida da semana.

Essa panqueca de banana é daquelas coisas que estão na moda saudável e você encontra mil variações em vários blogs, pinterest, sites e outros. Vocês já devem ter visto várias opções, e eu não sei dizer exatamente de onde veio a minha, exceto da lista de ingredientes que a nutri me pediu pra consumir de manhã, que somados viraram panqueca.

Segue então a receita. Essa não é vegan, leva ovo, mas é veggie. Para panquecas vegan, eu sugiro o blog Fru-Fruta, da Pati Bianco, que sigo, e tem várias receitas de panquecas para todos os tipos de dietas.

Bom, vamos ao que interessa.

IMG_2370

Panqueca de Banana 

Ingredientes: 

1 banana (usei prata, mas pode ser nanica também)

2 ovos

2 colheres de sopa de flocos de quinoa ou amaranto (com amaranto ela fica com pouco mais consistente)

1 pitada de canela

1 colher de sopa de óleo de coco (ou azeite)

adoce com estévia, ou açúcar de coco se achar necessário (depende da banana estar mais ou menos doce, ou do seu paladar ser mais ou menos acostumado, “viciado”, em açúcar.

(opcional: 1 colher de sopa de cacau não adoçado, se quiser uma versão de “chocolate”).

(opcional 2: 1 colher de sopa de geleia sem açúcar, mel ou melado de cana, ou maple syrup, para colocar por cima).

IMG_2185

Modo de fazer:  

Abra os dois ovos no liquidificador, coloque a banana em pedaços, junte os flocos de quinoa (ou amaranto), tempere com canela, e se quiser adoce, se quiser coloque cacau, aí fica a critério de cada um. Bata tudo até ficar bem liso. Não coloque água. Confie, vai ficar líquido.

Unte uma frigideira pequena com óleo de coco e despeje metade da massa. Fiz naquela frigideira de ovo e dá duas certinho, mas você pode optar por mais panquecas menores. Não recomendo uma grande porque ela quebra fácil na hora de virar, melhor fazer mais panquequinhas, menores e mais altas. Abafe com uma tampa de panela para cozinhar por dentro. Espere entre 2 e 3 minutos, verifique se ela já não escorre mais, e vire para dourar do outro lado. Eu sempre unto com óleo de novo, tanto para não grudar, como porque a panqueca fica mais umedecida.

IMG_2186

Coloque em um prato e repita o procedimento até acabar a massa.

Com elas quentinhas você pode acrescentar manteiga, um pouco (bem pouco) de óleo de coco por cima para deixar mais molhada, ou geleia, mel, ou melado de cana. Se preferir frutas picadas, ou outro complemento, é com você. Aproveite!

IMG_2371

Lembrando sempre que não sou chef nem nutricionista que que toda alimentação com restrição calórica ou de alimentos específicos deve ser acompanhada por um profissional.